Em busca da felicidade

E ela acorda, toma seu café, e vai embora. Mais um dia de luta, mais um dia de glória. Seus monstros a assombram, seus medos estão com ela, ás vezes mais perto do que necessário. Ela vive uma luta constante consigo mesma, ela tenta ser forte, ela é forte. Ela é diferente, ela tem pose de durona.
Quem a vê na rua imagina ser aquele tipo de mulher inabalável, aquele tipo de mulher que todo mundo quer ser. E talvez ela seja, ou fosse, talvez. Quem sabe se essas confusões da sua cabeça não existissem, quem sabe se ela não tivesse tantos medos, quem sabe se sua auto-confiança fosse maior, quem sabe.
E assim ela vai adiante, esperando por dias melhores. Ela tem a esperança que tudo que a puxa para baixo acabe e que ela tenha uma vida melhor. Ela tenta ser melhor, ela tenta ser feliz, é o que ela mais quer na sua vida, ser feliz. Ela chega em casa de mais um dia cansativo, toma seu banho, se deita e faz a sua oração, ela pede a Deus pra que um dia ela consiga ser alguém feliz. Um dia, talvez.

marina

Anúncios

Me conte sua opinião sobre isso

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s