Amo mesmo assim

Posso confessar? Eu não sei amar. Mas eu amo mesmo assim. Amo quando você revira os olhos no meio de uma briga porque eu comecei a xingar com meus palavrões. Amo quando eu acordo e vejo você pisando na ponta dos pés pra não me acordar porque sabe que quando sou acordado fico de mal humor. Amo o fato de você não conseguir nem fritar um ovo sem queimar. Amo como todas as minhas roupas ficam surpreendentemente melhor em você do que em mim, e amo o fato de que seu cheiro fica eternizado nelas. Amo quando encontro você na sala no meio da madrugada vendo desenhos – em um volume alto pra hora, mas você nem se dá conta – porque perdeu o sono. Amo quando você passa o seu hidratante de morango e deixa toda a casa cheirando a você. Amo quando você tenta me asfixiar enquanto pinta as unhas com o quarto todo fechado e não me deixa abrir as janelas porque tá frio demais. Amo quando você faz as suas dancinhas esquisitas porque acha que ninguém tá vendo. Amo a maneira como você chora com as comédias românticas, e amo como você sempre me obriga a vê-las – talvez eu até esteja começando a gostar mesmo, outro dia me peguei vendo uma sozinho. Amo a maneira como você fala com todos os cachorros e gatos na rua sem se importar se vai acabar sendo mordida, afinal, você diz que se for, foi por um bom motivo. Amo a maneira como você viaja ao ficar ouvindo música, principalmente naquelas bandas que parece que só você conhece. Amo o fato de você estar sempre sorrindo, mesmo quando está de mal humor. Amo ver documentários sobre alienígenas com você. Amo o fato de que sempre que tem feira aqui na rua você me traz uma flor alegando que é pra poder alegrar a casa, você só não entende que você mesma já fez esse trabalho por mil flores. Amo o jeito como suas bochechas ficam vermelhas quando fica envergonhada ou tímida. Amo quando você abre gaiolas, que estão nos quintais de pessoas aleatórias, pra poder libertar os passarinhos, e depois ainda sai correndo me deixando pra trás. Amo a maneira como você tá sempre distraída e perdida nos próprios pensamentos. E mesmo sem saber amar, eu simplesmente amo você.

marina

Anúncios

Me conte sua opinião sobre isso

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s