O caminho mais fácil para o meu coração

Para mais poesia Hear me – Justin Bieber

O caminho mais fácil para o meu coração é me pedir para mandar mensagem quando eu chegar em casa porquê já está tarde, mesmo sabendo que eu provavelmente vou esquecer e você vai acabar me perguntando se eu cheguei bem. O caminho mais fácil para o meu coração é me mandar levar o guarda-chuva mesmo sabendo que vou ser teimosa demais e não vou fazer, é me obrigar a ficar embaixo do seu guarda-chuva porque desse jeito eu vou gripar, mesmo quando eu juro que amo tomar essa chuva gelada. O caminho mais fácil para o meu coração é me dar de repente um beijo na testa quando for levantar pra tomar água, é me abraçar e dar um beijo no ouvido que faz aquele estalo e me deixa zonza por alguns segundos e morrendo de vontade de te matar. O caminho mais fácil para o meu coração é me fazer dar gargalhadas, de tudo o tempo todo. É implicar comigo por eu ser desastrada demais mas sempre me fazer rir da sua preocupação cada vez que eu caio, escorrego, tropeço, bato em algum lugar, derrubo alguma coisa ou qualquer outra coisa que faço diariamente sendo a pessoa atrapalhada que sou.

O caminho mais fácil para o meu coração é quando você me conta histórias, qualquer história que você descobriu por ai. É beijar meu olho simplesmente porque eu acho legal, mesmo isso sendo bem estranho. É quando eu deito no seu ombro e você não se mexe, não importa o quanto você esteja torto. É quando você escolhe um filme de romance ao invés de terror, mesmo esse sendo seu gênero preferido. O caminho mais fácil para o meu coração é quando você me ouve falar horas e horas sobre arte, viagens, universos ou todas as vezes que eu resolvo filosofar sobre a vida. É quando eu te peço perdão por falar tanto e você diz que ama ouvir, que adora ver eu me abrindo e dividindo minhas paixões com você.

O caminho mais fácil para o meu coração é me mandar uma mensagem no meio da madrugada porque aquela música era muito boa e você precisava mostrar pra mim. O caminho mais fácil para o meu coração é me enviar uma carta apenas escrito oi só porque a gente viu um filme em que eles trocavam cartas e eu disse que realmente era muito mais fácil se apaixonar por alguém com mensagens assim do que online. O caminho mais fácil para o meu coração é beijar minha bochecha no meio da conversa simplesmente porque minha bochecha “é tão fofinha que dá vontade de morder”. O caminho mais fácil para o meu coração é segurar minha mão e brincar com meus dedos enquanto contemplamos um silêncio que de algum jeito não é constrangedor. O caminho mais fácil para o meu coração é rir de mim sempre que eu demoro a entender a piada mas brigar comigo quando perco o foco para coisas sérias. É me cobrar mais responsabilidade, mais organização porque, merda, você só faz isso pro meu bem e futuro. O caminho mais fácil para o meu coração é me dar todo o apoio com qualquer coisinha minimamente artística que eu faça, até daquela vez que eu fiz alguns rabiscos na minha própria mão e você disse que ficou lindo e deveria virar uma tatuagem. O caminho mais fácil para o meu coração é reparar na pintinha que nasceu no meu ombro mas não perceber que eu cortei o cabelo. O caminho mais fácil para o meu coração é querer me irritar dizendo que é ridículo o fato de eu amar Scooby mas sempre assistir comigo, e até sem mim, como semana passada que você me ligou às quatro da manhã pra eu poder te explicar como aquele personagem que era o monstro porque não fez sentido.

O caminho mais fácil para o meu coração é me fazer esquecer o mundo quando estou dentro do seu abraço. O caminho mais fácil para o meu coração é se entregar à mim. É ter me segurado quando eu me entreguei completamente à você. O caminho mais fácil para o meu coração é simplesmente ser você.

Anúncios

Você brotou na minha vida

Para mais poesia She’s thunderstorms – Artic Monkeys

Você brotou na minha vida e como uma flor encheu meu mundo de cor. Trouxe suas borboletas e deixou tudo mais leve, mesmo quando fez meu coração ficar mais cheio porque agora você está nele e, graças à ti, o mundo inteiro também.
Você brotou na minha vida e me encantou com teu jeito tão desastrada de quem mal se equilibra nas próprias pernas, com a tua forma de ser fofa até ao falar palavrão, com tua cabeça tão distraída de quem vive no mundo da lua, com a tua mania de mordiscar o dedo quando está nervosa, com o teu abraço que parece caber o mundo e é o lugar mais confortável em que eu já estive.
Você brotou na minha vida e eu me apaixonei pela tua conversa sem tabus de quem sabe falar sobre tudo e mais um pouco, pela tua curiosidade pra conhecer tudo no mundo e querer sempre aprender mais, pela tua personalidade de ser tudo e querer ser ainda muito mais.
Você brotou na minha vida e eu descobri que tu gosta de dançar mesmo quando não tem nenhuma música tocando, que tu tem mania de encarar as pessoas e tentar ler elas, que tu não tem o menor foco e graças à isso às vezes demora um pouco no raciocínio, que tu é a melhor pessoa do planeta pra ser um ombro amigo e que tu valoriza tua liberdade acima de qualquer coisa.
Você brotou na minha vida e eu amei o teu amor, esse sentimento tão lindo que você carrega dentro de si e distribui para o universo. Eu amei o teu universo e teu olhar sobre o mundo, essa visão única de enxergar tudo que há de mais belo por ai. Eu amei tua beleza de ser poesia e de fazer poesia, de ser arte e de fazer arte. Eu amei começar da tua vida fazer parte desde que você brotou na minha vida.

Viverei

Fotografia: Autor desconhecido

Para mais poesia ouça essa versão em piano de Story of my life

De todas as cem coisas que eu esperei. E por todas aquelas que lutei. E perdi. E ganhei. De todas as palavras que escutei. Decorei. Aprendi. E amei.
De todos os livros que lerei. E personagens que viverei. E histórias que contarei. Me emocionei.
Vou contar, pra voar. Além do horizonte aonde existe um lugar. Pra amar. Se libertar.
Com todos os amores que vivi. E sorri. Só por rir.
Por todas as vidas que passei. Estranhei. Não gostei. Adorei.
Com tudo aquilo pra falar, me aquietei. Não falei. Não chorei. Não gritei.
Por amar. Ou jogar ao mar. Irradiar um solar.
Com todo um mundo mediano, por um ano ou um mês. Quem sabe talvez.

Ela era flores

Seu texto ficará mais lindo ao som de Masterpiece

Ela era flores
Enxergava um mundo de cores
Vivia com suas dores
E acreditava em amores

Ela era a flor
Que desbotou toda a sua cor
Graças a toda dor
Causada pelo seu amor

Ela era forte
Se machucou com um único corte
Graças a seu lorde
Que ordenou sua morte

Ela era tudo
Que um dia fez parte do mundo
Ela era água, fogo, terra e ar
Fazia parte do mar
Ela era amar
Ela era voar
Flutuar
Se entregar
Se apaixonar
Ela era sonhar

marina

Sobre o amor

Pra mim amor é momentos ruins. Amor é você dar a sua vida pra outra pessoa, literalmente. É você ter uma arma apontada pra vocês, e ter que escolher quem vai morrer, e escolher você porque pensar em viver sem a outra pessoa é extremamente pior que a morte. Amor é cuidar quando a pessoa vai parar no hospital e, se precisar, ficar sem dormir durante dias só pra poder ver se a pessoa tá bem. Amor é dar comida na boca porque a pessoa tá fraca demais pra conseguir levantar as mãos. Amor é limpar a bunda da pessoa porque ela não consegue. Amor é a pessoa ficar gripada e você lembrar do horário do remédio, é ir buscar o cobertor e é proibir ela de tomar gelo. Amor é você segurar a mão da pessoa no dentista e achar fofo a maneira como ela ainda tem medo mesmo com toda essa idade na cara. Amor é você gostar, aliás, amar, os defeitos da pessoa porque você sabe que aquilo torna ela única. Amor é você saber que a pessoa tem manias e paixões estranhas (seja colecionando unhas ou gostando de ver foto de gente morta) e aceitar isso – e talvez até contribuir. Amor é estar ali quando dá merda. Amor é quando você não faz a mínima ideia do que tá sentindo, mas pensar em viver sem a pessoa parece tortura. Amor é amar, simplesmente amar.

marina