O caminho mais fácil para o meu coração

Para mais poesia Hear me – Justin Bieber

O caminho mais fácil para o meu coração é me pedir para mandar mensagem quando eu chegar em casa porquê já está tarde, mesmo sabendo que eu provavelmente vou esquecer e você vai acabar me perguntando se eu cheguei bem. O caminho mais fácil para o meu coração é me mandar levar o guarda-chuva mesmo sabendo que vou ser teimosa demais e não vou fazer, é me obrigar a ficar embaixo do seu guarda-chuva porque desse jeito eu vou gripar, mesmo quando eu juro que amo tomar essa chuva gelada. O caminho mais fácil para o meu coração é me dar de repente um beijo na testa quando for levantar pra tomar água, é me abraçar e dar um beijo no ouvido que faz aquele estalo e me deixa zonza por alguns segundos e morrendo de vontade de te matar. O caminho mais fácil para o meu coração é me fazer dar gargalhadas, de tudo o tempo todo. É implicar comigo por eu ser desastrada demais mas sempre me fazer rir da sua preocupação cada vez que eu caio, escorrego, tropeço, bato em algum lugar, derrubo alguma coisa ou qualquer outra coisa que faço diariamente sendo a pessoa atrapalhada que sou.

O caminho mais fácil para o meu coração é quando você me conta histórias, qualquer história que você descobriu por ai. É beijar meu olho simplesmente porque eu acho legal, mesmo isso sendo bem estranho. É quando eu deito no seu ombro e você não se mexe, não importa o quanto você esteja torto. É quando você escolhe um filme de romance ao invés de terror, mesmo esse sendo seu gênero preferido. O caminho mais fácil para o meu coração é quando você me ouve falar horas e horas sobre arte, viagens, universos ou todas as vezes que eu resolvo filosofar sobre a vida. É quando eu te peço perdão por falar tanto e você diz que ama ouvir, que adora ver eu me abrindo e dividindo minhas paixões com você.

O caminho mais fácil para o meu coração é me mandar uma mensagem no meio da madrugada porque aquela música era muito boa e você precisava mostrar pra mim. O caminho mais fácil para o meu coração é me enviar uma carta apenas escrito oi só porque a gente viu um filme em que eles trocavam cartas e eu disse que realmente era muito mais fácil se apaixonar por alguém com mensagens assim do que online. O caminho mais fácil para o meu coração é beijar minha bochecha no meio da conversa simplesmente porque minha bochecha “é tão fofinha que dá vontade de morder”. O caminho mais fácil para o meu coração é segurar minha mão e brincar com meus dedos enquanto contemplamos um silêncio que de algum jeito não é constrangedor. O caminho mais fácil para o meu coração é rir de mim sempre que eu demoro a entender a piada mas brigar comigo quando perco o foco para coisas sérias. É me cobrar mais responsabilidade, mais organização porque, merda, você só faz isso pro meu bem e futuro. O caminho mais fácil para o meu coração é me dar todo o apoio com qualquer coisinha minimamente artística que eu faça, até daquela vez que eu fiz alguns rabiscos na minha própria mão e você disse que ficou lindo e deveria virar uma tatuagem. O caminho mais fácil para o meu coração é reparar na pintinha que nasceu no meu ombro mas não perceber que eu cortei o cabelo. O caminho mais fácil para o meu coração é querer me irritar dizendo que é ridículo o fato de eu amar Scooby mas sempre assistir comigo, e até sem mim, como semana passada que você me ligou às quatro da manhã pra eu poder te explicar como aquele personagem que era o monstro porque não fez sentido.

O caminho mais fácil para o meu coração é me fazer esquecer o mundo quando estou dentro do seu abraço. O caminho mais fácil para o meu coração é se entregar à mim. É ter me segurado quando eu me entreguei completamente à você. O caminho mais fácil para o meu coração é simplesmente ser você.

Anúncios

Talvez

Fotografia: Autor desconhecido

Para mais poesia Heal – Tom Odell

A urgência bate dentro de mim, ela grita e implora por uma mudança, só que eu não sei nem por onde começar. É como se todos os passos que eu dei em toda a minha vida tivessem caminhado pra eu chegar nesse momento, e provavelmente foi assim mesmo, mas só que no meio do caminho o destino mudou e não importa quantas curvas eu fizesse todas voltavam pra mesma estrada. Quase um círculo vicioso, aliás quase não, foi exatamente isso: um labirinto onde há apenas uma saída, só que eu quero tanto achar outra saída mas sempre acabo voltando pro labirinto e saindo pelo mesmo lugar. É horrível saber aonde quer chegar mas não saber qual estrada percorrer. É horrível ter percorrido a estrada certa, ter chegado no lugar certo e descobrir que esse lugar não é onde você quer morar. É horrível, é doloroso, é amedrontador. É como se a felicidade sempre estivesse a um passo de distância, mas olhando daqui esse passo parece de tiranossauro.
E dai você tenta se adequar a esse novo-velho ideal, dai você tenta morar dentro dele e até que dá certo, você descobre que pode ser bem confortável, mas ai não dá mais certo e fica ainda mais errado do que antes. E você fica procurando respostas pra perguntas que talvez ainda nem existam, você fica pensando o que poderia ter feito de diferente, você fica se perguntando o que precisa fazer pra mudar isso, mudar tudo. E você tenta mudar, você tenta fazer as coisas darem certo, só que é tão difícil. Parece que o universo conspira contra você, parece que o universo quer te ver pra baixo, e ai as coisas começam a dar errado de novo.
Mas talvez a pior parte seja que você sabe que precisa mudar muito mais do que já teve coragem de fazer. Você precisa começar do zero mas o medo que vive em você fica muito grande para isso. E quem você pode culpar? É assustador e realmente aterrorizante querer começar de novo, apenas com incertezas e sonhos grandes.
Há quem diga que basta ter um sonho pra tudo dar certo, eu mesma digo isso o tempo todo. Acho que de fato a teoria é bem mais simples que a prática. Acho que realmente pensar assim não é viver no mundo real aonde para conquistar sonhos é necessário lutar e lidar com tantos problemas que nem se enumeram. E a pior, a definitivamente mais horrível parte disso tudo, é que talvez meu sonho nem exista, talvez ele nem mesmo tenha como ser colocado em prática. Talvez, talvez, talvez… são tantos talvez. Porque talvez dê certo também, talvez eu descubra finalmente minha estrada pra felicidade, talvez eu descubra meu paraíso. Talvez.
Mas por onde começar? O que mudar? O que fazer? As perguntar só aumentam e as respostas diminuem.
Talvez seja necessário que eu viva um dia de cada vez e ver aonde vai dar, sempre tentando dirigir pelo caminho que quero. Talvez assim dê certo. Talvez.