Me mostre, amor

Para mais poesia, Show me love

Me mostre, amor.
Me mostre sua dor.
Seus sentimentos e contradições.
Sem julgamentos, me diga suas condições.
Me conte sobre suas emoções.
Me fale mais sobre suas sensações.
Se abra comigo.
Se abra para mim.
Me deixe penetrar sobre tua pele e ver o sangue correndo pela tua veia.
Me deixe penetrar na tua vida e ficar até depois de eu ser velha.
Me permita saber sobre teus segredos.
Teus medos.
Compartilhe comigo teus receios.
Sobre o amor, o mundo, o futuro, a vida.
E não se preocupe em se expor,
porque se for profundo,
ainda sim eu me aventuro,
sem dúvida.

Anúncios

Apaixonada

Fotografia: Autor desconhecido

Para mais poesia ouça My dear – Kina Grannis (e depois também veja o clipe que é um amor)

Aquela sensação de frio na barriga, aquela sensação de borboletas dentro de você. Eu adoro borboletas e eu adoro me sentir como se fosse voar por dentro, fosse flutuar.
Eu não entendo quem diz que não gosta da paixão, eu sou apaixonada por estar apaixonada. Aquela adrenalina, aqueles sentimentos misturados, aquele nervoso, aquela ansiedade, aquelas emoções confusas, aquelas sensações diversas.
A mensagem que chega, as pernas que bambeiam apenas com a mensagem que chegou, o corpo inteiro que treme, que arrepia, aquele riso constante, aquele sorriso só de pensar na pessoa.
A ansiedade pro encontro, aquela ansiedade que só aumenta a cada encontro, o nervoso por ficar cada vez mais nervosa nos encontros mesmo já conhecendo a pessoa do dedão do pé até o último fio de cabelo, e ela te conhecendo do mesmo jeito.
O carinho, o beijo na testa, na bochecha, no nariz, na boca, no pescoço, o abraço, o cobertor, o filme, a pipoca, o sorvete, o jantar, o almoço, o café da manhã, o cinema, o teatro, a trilha, o sexo, a transa, o transe, a paixão, o amor.

Inconfessável, irreversível, inalcançável e inesquecível

“Na vida todos temos um segredo inconfessável, um arrependimento irreversível, um sonho inalcançável e um amor inesquecível.” (Diego Marchi)

Leia ao som de The breach – Dustin Tebbutt

Segredos
Guardam seus medos
E mentem
Por não querer transparecer
Que sentem
Como qualquer outro ser
E no receio de doer
Deixam de viver

Arrependimentos
Por um simples momento
Que aconteceu ao relento
E marcou o resto dos dias
E sua mente vadia
Insiste em lembrar
Que nunca mais irá amar

Sonhos
Parece medonho
Realizar um desejo
Pode ser enfadonho
Todo o proceder
Mas por um almejo
Ter a certeza de um último beijo

Amores
Completamente assustadores
Trazem dores
Apagam as cores
Mas só se não souber sentir
Se sim, faz feliz
Sorrir
Só rir
E sem segredos
Passam a viver
Sem arrependimentos
Passam a amar
E com mais sonhos
Passam a ter certezas incertas de uma vida incorreta
Sabendo que o destino funciona em curvas
Mas ora ou outra chegamos ao final da reta

cropped-marina2.gif